Briefing:

Objectivo:
Tornar o deck exterior (bar incluído) numa extensão dos atributos da decoração interior:
Respeito pela história, confortável e agradável
O que se procura:
Proposta de decoração (mínima remodelação) do deck e bar dividida em duas fases que se complementam:
1- Implementação rápida, de baixo investimento e de alto impacto na experiência, fotografias e por consequência, nas vendas (aproveitamento ao máximo do mobiliário existente e novo mobiliário decorativo)
2 – Remodelação e investimento mais elevado que possa ser feito numa fase posterior com o resultado das vendas extra.
Orçamento:
Depende do retorno que as ideias podem ter na venda de mais eventos privados e bilhetes até ao fim do ano.
Infelizmente não é possível ser mais concreto do que isto.
Prazo:
1ª fase – proposta o mais cedo possível para implementação até ao fim de agosto
2ª fase – até abril do próximo ano
Visita de reconhecimento ao Barco Evora:
Recomenda-se que realize um cruzeiro no Barco Evora num dos horários (informação em anexo). Nesse cruzeiro irão conhecer a nossa simpática anfitriã e responsável da operação regular, Célia Machado. Se possível, deve ir ao Cruzeiro Pôr-do-Sol com embarque às 19h10 no Cais Ribeira das Naus (junto ao quiosque Ribeira das Naus, Cais do Sodré).
Pedimos apenas que liguem à Célia para marcar a visita e informar o número de acompanhantes – 935269265.
Breve explicação: 
O Barco Evora foi adquirido pela Seaventy em maio de 2017. Detetou-se que os principais pontos críticos eram o salão interior, casas de banho e pintura exterior.
Tudo foi feito com os recursos internos e felizmente os clientes gostaram e adoptaram bastante bem o Evora como espaço para eventos.
Ainda assim, o feedback tem sido muitas vezes que o interior surpreende mais do que o exterior. E é esse o facto que precisamos de resolver.
Desde o início deste ano o Barco Evora entrou numa nova área de negócio que se encaixa perfeitamente no seu perfil: cruzeiros turísticos com venda ao bilhete (informações do cartaz em anexo). Nestes cruzeiros, o exterior assume uma importância maior pois os clientes compram bilhete só para estarem a relaxar enquanto tomam uma bebida, tiram fotografias à paisagem e ouvem a explicação da guia e responsável por esta nova área, Célia Machado. Ao contrário da maioria dos eventos privados em que o exterior serve para o welcome drink e local de dança, nestes cruzeiros os clientes têm total preferência pelo espaço exterior, a não ser que as condições meteorológicas estejam más (mas quando acontece também temos poucos clientes).
A venda de bilhetes, que prevemos que seja a principal fonte de receita do Evora já no próximo ano depende essencialmente de três fatores:
1 – Avaliações e Comentários dos clientes nas principais plataformas de viagens (Tripadvidor, Airbnb, etc)
2 – Fotografias da experiência
3 – Venda de impulso no balcão de vendas do Cais Ribeira das Naus (onde são feitos todos os embarques e desembarques). É fundamental chamar a atenção dos turistas que lá passam para o conforto e charme de todo o Barco Evora. Para isso a decoração do deck pode dar uma forte contributo, já que o interior não é visível nem interessante para os turistas que lá passam.
Clique para mais Informações e Visita Virtual do Barco Evora